18Outubro2017

Informes Notícias 21/3/2017 Sindicatos irão levar propostas de ACT a trabalhadores da Aperam

21/3/2017 Sindicatos irão levar propostas de ACT a trabalhadores da Aperam

  • PDF
altApesar do impasse nas negociações com a Aperam Bioenergia Ltda, o Sindex-MG e o Sindicato Extrativo de Itamarandiba irão realizar assembléias com os trabalhadores da empresa. A decisão foi tomada na reunião de mediação entre as partes, realizada ontem (20), no Ministério Público do Trabalho, em Belo Horizonte (foto). As entidades sindicais informaram que irão apresentar duas propostas para apreciação dos trabalhadores: a proposta dos sindicatos, que prevê reajuste salarial de 7,5%, retroativo à data-base (1º de novembro), e pagamento de abono de R$ 600. Já a proposta da empresa ignora a data-base, com o reajuste salarial sendo pago a partir de janeiro, além do pagamento do abono de R$ 600.

Na prática, as duas propostas têm uma única e importante diferença: ao se recusar a retroagir a novembro, a Aperam deixa de pagar dois meses de reajuste salarial aos seus empregados – os meses de novembro e dezembro de 2016. Ou seja, uma empresa do porte da Aperam se diz impossibilitada de pagar dois meses de reajuste salarial. Se a crise está atingindo a empresa a esse ponto, imagina o que ela não está causando aos trabalhadores, a parte mais fraca dessa situação? No entanto, a Aperam se mantém insensível aos apelos dos sindicatos, insistindo numa postura inflexível e irredutível. Na assembléia, os trabalhadores irão decidir o rumo das negociações do Acordo Coletivo de Trabalho 2016/2017.


O Sindicato de Itamarandiba irá realizar assembléia nesta quinta-feira (23) e o Sindex-MG na sexta, dia 24, em Capelinha.