18Outubro2017

Informes Notícias 9/2/2017 ICM irá denunciar Samarco na OIT e OMC

9/2/2017 ICM irá denunciar Samarco na OIT e OMC

  • PDF
altA Internacional dos Trabalhadores da Construção e da Madeira (ICM), entidade de abrangência mundial que representa sindicatos da construção e da madeira, aprovou, em assembléia realizada em São Paulo, na semana passada, a denúncia contra a Samarco e suas controladoras, Vale e BHP Billinton. Com a anuência dos sindicatos filiados, a ICM irá levar o caso do rompimento da barragem do Fundão e seus desdobramentos ao conhecimento da Organização Mundial do Comércio (OMC) e Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Para conhecer mais de perto a tragédia que aconteceu em Mariana, 
altem novembro de 2015, o secretário de Educação Global da ICM, Tos Anonuevo, esteve em Belo Horizonte, na semana passada, onde se reuniu com representantes do Ministério Público do Trabalho e das entidades sindicais. Anonuevo e um grupo de sindicalistas visitaram ainda o distrito de Bento Rodrigues, podendo constatar de perto as graves conseqüências do rompimento da barragem do Fundão. O presidente da Ftiemg, José Maria Soares, participou dessas atividades e segue apoiando as ações que buscam a responsabilização das empresas assim como ações efetivas de reparação trabalhista e ambiental.

altDenúncias – Um documento, assinado por entidades sindicais, entre elas a Ftiemg, foi entregue ao Ministério Público do Trabalho e à ICM. Nele, são apresentadas as denúncias contra a Samarco, assim como contra suas controladoras Vale e BHP Billinton, e a terceirizada Vix Logística – todas teriam responsabilidade no rompimento da barragem do Fundão, ocorrido em 5 de novembro de 2015. A iniciativa partiu do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada de Minas Gerais, que representa os 14 trabalhadores que morreram na tragédia de Mariana.