28Abril2017

Informes Notícias 23/11/2016 Ato Público na ALMG lembra chacina de Unaí

23/11/2016 Ato Público na ALMG lembra chacina de Unaí

  • PDF
alt

Um Ato Público na Assembleia Legislativa de Minas Gerais cobrou a prisão dos mandantes da Chacina de Unaí, assim como debateu temas relacionados às mudanças em curso no Direito do Trabalho. O objetivo foi chamar a atenção da sociedade para a gravidade da situação, que ameaça direitos trabalhistas essenciais. Diversas entidades participaram, entre elas, a Ftiemg, que foi representada pelo seu presidente, José Maria Soares.

alt

Ele defendeu a punição imediata dos mandantes do crime, que em janeiro de 2004, resultou no assassinato de três auditores-fiscais e um motorista do Ministério do Trabalho, que investigavam denúncias de trabalho escravo na região de Unaí. Apesar de condenados, os mandantes do crime continuam em liberdade. José Maria citou também as ameaças trazidas por algumas propostas do Governo Temer, como a PEC 241, que no Senado recebeu o nome de PEC 55, e que estabelece um teto para despesas públicas pelo período de 20 anos.

Essa PEC está sendo chamada de PEC da Morte e PEC do Fim do Mundo, já que implicará em graves retrocessos sociais. A PEC foi aprovada na Câmara dos Deputados e está em análise no Senado Federal, onde passará por duas votações.

alt