23Junho2017

Informes Notícias 10/9/2014 Trabalhador pode colaborar com a Comissão Nacional da Verdade

10/9/2014 Trabalhador pode colaborar com a Comissão Nacional da Verdade

  • PDF
A Central Única dos Trabalhadores (CUT) incentiva trabalhadores e entidades sindicais a colaborarem com o trabalho da Comissão Nacional da Verdade (CNV). Instituída pelo governo federal, a Comissão tem o objetivo de investigar as graves violações de Direitos Humanos ocorridas no Brasil entre setembro de 1946 e outubro de 1988, abrangendo, portanto, o período da ditadura militar. Nesse sentido, a CUT enviou correspondência estimulando a participação popular e sindical. Confira: 
Assunto: Comissão Nacional da Verdade - enviar sugestões de Recomendações
 
Companheiros(as)
 
            A Comissão Nacional da Verdade (CNV) foi instituída pelo governo federal com objetivo de investigar as graves violações de Direitos Humanos ocorridas no Brasil entre setembro de 1946 e outubro de 1988, abrangendo, portanto, o período da ditadura militar. Nesse momento a CNV está no processo de conclusão dos seus trabalhos, que culminará na elaboração do relatório com os resultados das investigações e um capítulo dedicado às recomendações.
 
             A CUT defendeu a instalação da CNV, reivindicou a criação de um Grupo de Trabalho específico para investigar os crimes contra os trabalhadores e o movimento sindical e criou a sua Comissão Nacional da Memória, Verdade e Justiça da CUT. A Comissão da CUT apoia as investigações, colaborou com pesquisas, organizou atos próprios por verdade, memória, justiça e reparação, além de participar de atos conjuntos com as demais centrais sindicais em várias regiões do país.
 
            O capitulo com as recomendações é fundamental tendo em vista que nele conterão sugestões de aplicações de políticas públicas pelos governos em todas suas esferas. As recomendações podem ser desde gerais, como por exemplo, compensações econômicas aos trabalhadores devido ao arrocho salarial praticado pelos governos militares, até as mais especificas, como por exemplo, alterações de nomes de ruas e outros locais públicos que exaltam pessoas e símbolos do regime militar. Nas recomendações deverão constar também sugestões de aplicações políticas para prevenir a violação de direitos humanos e de preservação da memória.
 
            A CUT incentiva o movimento sindical e os trabalhadores em geral a participarem desse processo enviando sugestões de recomendações, até 30 de setembro, através do formulário que está no site www.cnv.org.br. Pedimos que também enviem suas sugestões de recomendações para a Comissão Nacional da Memória, Verdade e Justiça da CUT através do e-mail  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.  c/c  para  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
 
Saudações cutistas
 
Sergio Nobre                                                             Expedito Solaney Pereira de Magalhães
Secretário-Geral                                                        Secretário Nacional de Políticas Sociais